Ampulheta: o famoso corpo das brasileiras

É inevitável, cada vez mais pensamos e repensamos no que vamos vestir. Algumas vezes surgem dúvidas se o look valoriza, desvaloriza, chama atenção ou se é elegante. Todas as mulheres, mesmo que não se deem conta disso, procuram se vestir de maneira a se sentirem bonitas. A dica número um para acertar sempre é conhecer o seu tipo de corpo, saber explorá-lo e tê-lo como aliado na hora de se vestir.

“Tem muita coisa para cada tipo de corpo”, diz a personal stylist Bárbara Bianco, ou Babi,como é conhecida. Entrevistamos a Babi, 29 anos, formada em moda pela FMU e em consultoria de imagem pela Escola Panamericana para explicar e trazer algumas dicas sobre a relação corpo e roupa. O tipo de corpo é definido através das medidas dos ombros, quadril e cintura. Já que o perfil das brasileiras se encaixa, em sua maioria, no Ampulheta é por aí que vamos começar. Cuidado, roupas e poses podem comprometer a avaliação do seu tipo de corpo.

As formas do ampulheta são conhecidas como ideais. Ombros e quadris estão na mesma linha. Os seios são médios e as curvas são suaves e proporcionais. O ponto forte do corpo, na maioria das vezes, é a cintura fina. Uma das dicas da Babi é evitar roupas muito justas.

Beatriz Vieira
Beatriz Vieira Foto: Arquivo pessoal

Beatriz Viera, 21, estudante de moda da FMU, diz que para disfarçar o quadril ela evita roupas muito apertadas e da preferência a calças e saias com tecidos fluidos. Além disso, ela afirma sentir um pouco de dificuldade para se vestir devido a estatura e ao tamanho dos quadris. “Amo usar preto, o look total black alonga a minha silhueta”, completa. Essa questão da escolha das produções monocromáticas também faz parte das dicas da nossa personal stylist.

A enfermeira de 29 anos, Pâmela Godoy diz que também sente dificuldade para se vestir por conta da acentuação que muitas roupas dão ao quadril. A solução dela se cruza com uma das dicas da Babi: apostar em cintura alta e marcada. “Gosto de usar vestidos com a cintura marcada e soltos em baixo para não marcar a região dos quadris”, diz Pâmela.

Pâmela Godoy
Pâmela Godoy Foto: Arquivo pessoal

 “Alongar as pernas também é uma boa opção para deixar a silhueta elegante”, diz Babi. As amigas Ana Laura Quintal e Nathalia Colangelo, ambas 18 anos, dizem não sentir dificuldades para se vestir e apostam muito em saias. “De uns tempos para cá saia também entrou bastante no meu repertório”, diz Nathalia. Ana completa dizendo que ama usar saias pois acha que valorizam muito suas pernas.

Nathalia Colangelo e Ana Laura Quintal
Nathalia Colangelo e Ana Laura Quintal Foto: Arquivo pessoal

Dicas da personal stylist 

Confira as dicas que a personal stylist, Bárbara Bianco – Babi,  deu para as mulheres de corpo ampulheta.

Aposte:

  • Blusas e vestidos com pregas – realçam as curvas
  • Regatas, blusas sem magas e decotes tomara que caia – valorizam os braços
  • Calças feitas com tecido de padronagem risca-de-giz
  • Saias com bainhas acima dos joelhos
  • Tecidos fluidos e leves
  • Produções monocromáticas
  • Cintura alta ou marcadad
  • Faixas e cintos

Evite:

  • Peças estruturadas
  • Abotoamento duplo
  • Roupas coladas ou muito largas
  • Calças amplas ou afuniladas demais
  • Blusas curtas
  • Casacos sem a cintura marcada

 

Gostou das dicas, mas esse não é o seu tipo de corpo? Fica tranquila! Acompanha o Pesponto em Pauta para saber mais.

Manuela Nogueira – 2º semestre