Conexão entre moda e arte

A conexão entre moda e arte está exposta na 33a. Bienal de Artes de São Paulo, que vai até 9 de dezembro no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque Ibirapuera, dando destaque para obras que utilizam a roupa como matéria prima, como estampas de obras em peças de roupas.

Pedro Horn, fotógrafo alemão que visitava a Bienal, afirmou que “muitos dos estilos clássicos foram trazidos para a moda, principalmente na Europa onde a moda conversa muito com arte tanto em estampas inspiradas, como em estilo de roupas.”

Moda e arte sempre andaram próximas, em 2017 a Louis Vuitton produziu obras de Da Vinci, Ticiano , Rubens, Fragonard e Van Gogh em uma coleção de bolsas desenvolvida com Jeff Koons. Entre as estampas estão a Monalisa, Campo de Trigo com Ciprestes, Caça ao Tigre e etc. No verão de  2018, a arte se apresenta como um importante fio condutor das coleções, inspirando estampas, bordados e decorativistas que fazem referência a diferentes movimentos, do modernismo à pop art.

bienalPedro Horn, fotógrafo alemão que trabalha como freelancer: Arte influencia no meu modo de me vestir no sentido de poder ser um caminho de expressão

Foto: Isabelle Bulla

Na Bienal, foi exposta a obra de Leda Catunda ‘Um Outro Lugar’, produzida em 1999, na qual a abstração faz parecer que o cenário é de gelo mas quando observado de perto é possível observar que foram utilizadas camisetas na instalação artística. Leda Catunda Serra é uma artista visual, pintora, escultora, artista gráfica e professora brasileira. É considerada um dos maiores talentos surgidos  da geração de 1980, explorando os limites entre a pintura e o objeto. Expôs três vezes na Bienal Internacional de São Paulo, entre outras mostras.

bienal1

Obra Um Outro Lugar, tridimensional, de Leda feita de plástico, acrílico sobre tela e camisetas

Foto: Isabelle Bulla

O fotojornalista Daniel Lins afirmou que este período político tenso é refletido na moda e na arte. “A arte sempre reflete o que está acontecendo na sociedade. Acredito que a moda está muito interligada com a arte, política, economia”, disse.

bienal2

Fotojornalista Daniel Lins: “O que eu mais gosto de trabalhar com fotografia é que posso vestir o que eu quiser”

Foto: Isabelle Bulla

Por Isabelle Bulla

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s