Exposição em Paris comemora os 70 anos da Dior

O estilista dos sonhos Christian Dior criou uma tradição de elegância e feminilidade no pós-guerra

Em dezembro de 2017 a grife francesa Christian Dior completará 70 anos. O museu de Artes Decorativas do Louvre, em Paris, celebra a data expondo uma mostra com toda a trajetória da marca. A exposição possui um acervo de vestidos desenhados pelos 7 estilistas que já passaram pela maison.

A sala que abre a exposição Christian Dior, Couturier du Rêve, apresenta a história de vida do fundador e seu envolvimento com a moda. Sua admiração por flores, principalmente pelas rosas, presentes na maioria de suas criações explica a identidade da marca. Até hoje, as coleções carregam essa essência e traduzem a delicadeza da flor e a feminilidade da mulher.

IMG_7404
Foto: Airton Poletto

As fotos icônicas dos vestidos Dior também estão expostas e dependendo da incidência da luz, é possível ver os próprios modelos por trás das fotografias. Cada sala pertence a um costureiro que passou pela maison: Christian Dior, Yves Saint Laurent, Marc Bohan, Gianfranco Ferré, John Galliano, Raf Simons e, a atual e primeira mulher a desenhar a marca, Maria Grazia Chiuri.

O New Look, vestido icônico que marcou a era pós II Guerra Mundial, 1947, está exposto em uma sala onde outras dezenas de peças inspiradas nele estão presentes. A exposição também apresenta todas as capas de revistas que a Dior participou.

IMG_7402
Foto: Airton Poletto

A sala branca guarda as telas feitas em mourin das peças Christian Dior. Antes de qualquer vestido ficar pronto é feita uma tela dessa peça para ser aprovada. Em seguida, ela é cortada no tecido final. “Emocionante, fiquei com lágrimas nos olhos de ver tanta beleza” disse Helena Poletto, que visitou a exposição em setembro.

IMG_7400
Foto: Airton Poletto

Para finalizar, uma ala expõe como verdadeiras obras de arte, os mais importantes vestidos da Dior, desde os modelos dos anos 1950 até os dias atuais. “Os vestidos bordados de antigamente estão impecáveis, impressionante o cuidado com eles” comenta Airton Poletto, que também visitou a exposição em setembro, sobre a última sala.

IMG_7401

Por Beatriz Poletto
Edição Manuela Nogueira e Bruna Ribeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s