Fashion Brands History: Off-White, a união de opostos

Matheus Fayad (2º Semestre)

Photoshoot da marca em seu Instagram.
                                          Foto: Reprodução/Instagram (@off____white – conta pública – 30/11/2020)

Diferentemente das grifes anteriores desta série, a Off-White não é uma marca tradicional de longas décadas de história, como a Gucci, por exemplo, que completará um século em 2021. A marca foi criada por Virgil Abloh, no ano de 2012, com o nome “PIREX VISION”, na cidade de Milão, Itália.

Virgil, que é engenheiro e arquiteto, não teve nenhuma formação acadêmica na área da moda quando começou. Interessou-se pelo mundo da moda quando começou a produzir com seu amigo, também cantor e estilista, Kanye West. O estilista, começou criando parcerias com grandes nomes do mercado.

Com o grandioso sucesso das peças, a marca seguiu com o nome Off-White, sempre com o mesmo conceito e estética streetwear, e até com o mesmo slogan: “The Youth Will Always Win”. A marca é totalmente voltada ao movimento streetwear e ao rap. Virgil faz uma releitura luxuosa e exclusiva da moda de rua, fazendo muito sucesso em quem se interessa pelo estilo. O publico é majoritariamente masculino.

Virgil com a Off-White, sempre tenta unir os opostos, tentando trazer elementos mais clássicos, até mesmo referências da alta-costura, com a moda de rua. Para o estilista, o próprio nome Off-White busca a soma de opostos, contrastes.

A Chegada de Virgil Abloh à Louis Vuitton

O estilista, desde 2018, é o atual diretor criativo das linhas masculina da Vuitton, foi o primeiro diretor criativo negro a ser contratado, tanto na Louis Vuitton, como em todo conglomerado LVMH.

Na Louis Vuitton, Virgil segue com o perfil de misturar diferentes estilos, buscando sempre trazer a moda de rua para suas criações, na Off-White e na Louis Vuitton. Foi um grande marco a sua chegada em uma das maiores e mais tradicionais grifes de luxo do mercado.

A marca nesse momento

Virgil Abloh segue com sua marca e com as linhas masculinas da Vuitton. A marca possui poucas lojas ou pontos de venda físico, vendendo fisicamente apenas em alguns grandes centros da moda, como Paris ou Milão, na Europa. A ideia é posicionar a marca como exclusiva, grande característica do streetwear.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s